Aspirantes

  Dom Bosco disse: "O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele"

26 de ago de 2011

Dom Bosco: Salesiano Coadjutor

Um segredo da expansão esplêndida da congregação, da caridade e da educação cristã em meio à classe trabalhadora deve-se a outro fator que por sua vez é uma das mais belas glórias do gênio de Dom Bosco e a característica mais especial da vida salesiana. Refiro-me ao tipo completamente novo na história das ordens religiosas do Coadjutor, o salesiano leigo.

Quem entra numa oficina ou numa livraria salesiana, ou no recinto de alguma escola agrícola, vai tratar com pessoas boas, que na roupa e nas atitudes não se diversificam de qualquer bom pai de família que trabalhe entre seus rapazes, tome conta de uma firma ou hábito eclesiástico que lecionam nas classes de instrução elementar ou clássica.
São mestres de arte e ao mesmo tempo, na oficina e fora dela, educadores salesianos. Diversamente dos irmãos--leigos de quase todas as outras ordens religiosas, eles são iguais aos outros em tudo e não raramente têm a dirija. Alguns deles são religiosos tanto quanto os padres e os clérigos. Conhecem seu ofício e ensinam sua arte aos meninos com o mesmo sistema paterno usado por seus irmãos de cargos, autoridade e responsabilidade em assuntos graves e delicados.

Dom Bosco morreu aos 31 de janeiro de 1888. Foi beatificado em 1929 e canonizado em 1934 pelo Papa Pio XI. O Bem-aventurado Papa João Paulo II declarou Dom Bosco “Pai e Mestre” dos Jovens no dia 24 de janeiro de 1989.

Um comentário:

  1. Gostei muito dessa postagem sobre o Coadjutor, o salesiano leigo,muito informativo e incentiva a essa belíssima vocação.
    Moisés Rafael de Aguiar -http://blog.salesianos.br/ssov/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...