Aspirantes

  Dom Bosco disse: "O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele"

25 de fev de 2011

SÃO LUIS VERSIGLIA, BISPO



SÃO LUIS VERSIGLIA, BISPO

1873-1930



Luís Versiglia nasceu em Oliva Gessi, na província de Pavia, Itália, no dia 5 de junho de 1873. Desde pequeno ajudava na Missa. O povo já o imaginava como padre, mas Luís não queria ouvir falar disso: o que ele queria mesmo era ser veterinário. Aos 12 anos foi acolhido por Dom Bosco, que o fascinou a ponto de mudar de ideia.


Em 1888, pouco depois da morte do Santo, Luís ficou muito impres­sionado com a cerimônia de entrega do Crucifixo a sete missionários. Decidiu tornar-se salesiano, com a esperança de partir para as missões.


Obtida a láurea em filosofia, em pouco tempo se preparou para a ordenação sacerdotal, que ocorreu em 1895. Com apenas 23 anos de idade, Pe. Miguel Rua, sucessor de Dom Bosco, o nomeou mestre dos noviços em Genzano, Roma, missão que cumpriu com bondade, firmeza e paciência durante dez anos.


Por insistência do bispo de Macau, em 1906, seis salesianos chega­ram à China, guiados pelo padre Versiglia: estavam realizando reiterada profecia de Dom Bosco. Estabelecida em Macau a"casa mãe" salesia­na, abriu-se também a missão de Heungchow. Padre Luís animou toda aquela região com o estilo de Dom Bosco, criando uma banda musi­cal muito apreciada, orfanatos e oratórios.


Em 1918 os salesianos receberam do Vigário apostólico de Cantão a missão de Schiuchow. No dia 9 de janeiro de 1921, Pe. Versiglia foi consagrado bispo. Sábio, incansável e pobre, viajava continuamente para visitar e animar os irmãos e cristãos daquela região. Sua chega­da era uma festa para os povoados, sobretudo para as crianças. Foi um verdadeiro pastor, dedicado por inteiro ao seu rebanho.
Deu ao Vicariato uma estrutura sólida, com um seminário e casas de formação. Ele mesmo projetou várias residências e casas para ido­sos e necessitados. Cuidou convictamente da formação dos catequis­tas. Escreveu em seus apontamentos: "O missionário que não estiver unido a Deus é um canal que se separa da fonte". "O missionário que reza muito, também muito realizará." Como Dom Bosco, era um exemplo de trabalho e temperança.


Entretanto, na China, a situação política tinha se tornado muito tensa, sobretudo para os cristãos e os missionários estrangeiros. Co­meçaram as perseguições. No dia 13 de fevereiro de 1930, junto com padre Caravario, o bispo foi fazer a visita pastoral na missão de Lin­chow. No dia 25, um grupo de piratas bolchevistas parou a barca do bispo e tentou apoderar-se das moças. Os missionários se opuseram com todas as forças. Inútil. Começou o martírio: espancamento selva­gem e morte por fuzilamento. Antes, D. Versiglia se confessou com o padre Caravario. Em seguida, de joelhos, recebeu a descarga. Seu últi­mo respiro foi para as almas da sua amada China.


JOÃO PAULO II BEATIFICOU-O EM 15 DE MA10 DE 1983 E CANON1ZOU-O EM 1º DE OUTUBRO DE 2000.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...