Aspirantes

  Dom Bosco disse: "O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele"

29 de out de 2010

Pe Miguel Rua (Festa: 29/10)

Vídeo: Padre Miguel Rua

Miguel Rua nasceu em Turim, Itália, em 9 de junho de 1837. Ultimo de nove filhos, perdeu o pai quando tinha 9 anos de idade. Estudou com os Irmãos das Escolas Cristãs até a ter­ceira série elementar.

Deveria ter começado a trabalhar na Régia Fábrica de Armas de Turim, onde o pai era operário, mas Dom Bosco - que aos domingos confessava naquela escola -lhe propôs continuar os estudos com ele, garantindo-lhe que a Providência pensaria nas despesas.

Um dia, Dom Bosco distribuía medalhas a seus meninos. Miguel era o último da fila e chegou tarde, mas o ouviu dizer: "Toma, Miguelzinho!". O padre, porém, não lhe deu nada. Entretanto, acres­centou: "Nós dois faremos tudo à meia", e assim realmente foi.

Colaborador na Companhia da Imaculada junto com Domingos Sávio, foi aluno modelo, apóstolo entre os colegas. Dom Bosco lhe disse: "Preciso de ajuda. Você vestirá a batina dos clérigos, está de acordo?". "De acordo!", respondeu. No dia 25 de março de 1855, no quarto de Dom Bosco, Miguel emitiu nas mãos do Fundador os votos de pobreza, castidade e obediência. Era o primeiro salesiano.

Miguel começou a trabalhar intensamente: ensinava matemática e religião. Assistia no refeitório, no pátio, na capela. À noite, passava a limpo as cartas e as publicações de Dom Bosco. Finalmente, estu­dou para se tornar padre. Tinha só 17 anos!

Foi-lhe entregue também a direção do Oratório Festivo São Luís. Em novembro de 1856, morreu Mamãe Margarida. Miguel foi visitar sua própria mãe e lhe disse: "Mamãe, a senhora quer vir para o ora­tório?". Joana Maria veio, e também nisso a família Rua fez meio-a­meio com a família Bosco. Ficou em Valdocco por vinte anos.

Em 1858, o clérigo Rua acompanhou Dom Bosco na audiência do Papa Pio IX para a aprovação das Constituições. Na volta, foi-lhe con­fiada a direção do primeiro oratório em Valdocco. No dia 28 de julho de 1860 foi ordenado sacerdote. Dom Bosco lhe escreveu um bilhete:

"Você, mais do que eu, verá a Obra Salesiana atravessar os confins da Itália e estabelecer-se no mundo". Pe. Rua foi posto à frente da primei­ra casa salesiana fora de Turim, em Mirabello. Poucos anos depois vol­tou a Valdocco, substituiu e assistia a Dom Bosco em tudo.

Em novembro de 1884, Leão XIII nomeou Pe. Rua vigário e suces­sor de Dom Bosco. Quatro anos mais tarde, o Santo morreria em seus braços. A essa altura, Pe. Rua já era considerado uma Regra viva. Mostrava-se paterno e amável, como Dom Bosco. Consolidou as mis­sões e o espírito salesiano.

Morreu no dia 6 de abril de 1910, com 73 anos. Com ele, a Socieda­de Salesiana tinha passado de 773 a 4 mil salesianos. E as inspetorias, de 57 a 345, em 33 países. Paulo VI o beatificou, dizendo: "Da fonte, ele fez um rio".

PAULO VI DECLAROU-O VENERÁVEL EM 26 DE JUNHO DE 1953

BEATIFICOU-O EM 29 DE OUTUBRO 1972 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...