Aspirantes

  Dom Bosco disse: "O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele"

17 de mai de 2010

São Leonardo Murialdo (Festa 18/5)


1828-1900



Leonardo Murialdo nasceu em Turim, Itália, no dia 26 de outu­bro de 1828, oitavo filho de uma família de elevado nível social e econômico. Órfão de pai com apenas 4 anos, recebeu ótima educação cristã no colégio dos escolápios, em Savona.
Na juventude, atravessou uma profunda crise espiritual que o le­varia à conversão e à descoberta da vocação sacerdotal. Começou em Turim os estudos de filosofia e teologia. Ao mesmo tempo, trabalhava no Oratório do Anjo da Guarda, dirigido pelo primo padre Roberto Murialdo. Graças a essa colaboração, tocou com suas mãos os proble­mas da juventude de Turim: meninos de rua, presos, limpadores de chaminés, garçons de bar...
Em 1851 foi ordenado sacerdote. Começou a trabalhar em estreito contato com o padre Cafasso e com Dom Bosco, que lhe entregou - e ele aceitou - a direção do Oratório São Luís. Leonardo respirava o Siste­ma Preventivo, encarnou-o e o aplicou em todas as suas futuras obras educativas.
Em 1866 assumiu a direção do Colégio dos Pequenos Aprendizes de Turim, que tinha por objetivo acolher e formar humana, cristã e profissionalmente meninos pobres e abandonados. Fez muitas via­gens pela Itália, pela França e pela Inglaterra para visitar instituições educativas e assistenciais, aprender, confrontar e melhorar o próprio sistema educativo.
Foi um dos promotores das primeiras bibliotecas populares católi­cas e da União dos Operários Católicos, da qual, por longos anos, se­ria o assistente eclesiástico. Em 1873, com o apoio de alguns colabora­dores, fundou a Congregação de São José (Josefinos de Murialdo).
A finalidade apostólica da Congregação era a educação da juventu­de, especialmente da mais pobre e abandonada. Abriu oratórios, esco­las profissionais, casas para jovens trabalhadores e colônias agrícolas. Aprofundou seu compromisso com as associações leigas, especialmen­te no campo da formação profissional dos jovens e da boa imprensa.
Seu lema era: "Fazer e calar". Foi homem espiritual e de oração, contemplativo na ação, como Dom Bosco. Em 1884 manifestaram-se diversos sintomas de broncopneumonia. Dom Bosco foi levar-lhe sua bênção. Apesar da saúde fragilizada, viveu até 30 de março de 1900.
A perda do pai em tenra idade inspirou também Leonardo a ser pai e guia dos jovens que Deus lhe confiava. A vida, o estilo e a obra o colocam ao lado do seu amigo e modelo São João Bosco.

PAULO VI BEATIFICOU-O EM 3 DE NOVEMBRO DE 1963
CANONIZOU-O EM 3 DE MAIO DE 1970.
Fonte: Livro: Santos da Família Salesiana Ed: Salesianas

Um comentário:

  1. São Leonardo Murialdo...rogai por nós! Como ele é o padroeiro dos aprendizes, que ele interceda a Deus para alcançarmos a graça de um belo aprendizado em nossa caminhada...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...