Aspirantes

  Dom Bosco disse: "O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele"

11 de set de 2012

História Vocacional - Pe. Glauco Landim


Olá amigo internauta! Paz e alegria!
Glauco T. Landim
Chegou a minha vez de partilhar com você a história da minha vocação. Antes permite que eu me apresente: eu sou o Pe. Glauco, salesiano, tenho 31 anos e desde janeiro deste ano estou aqui em Pindamonhangaba, atuando na obra social que os salesianos mantém nesta casa, na nossa igreja pública e também colaborando na formação e no discernimento vocacional dos aspirantes salesianos.
É comum as pessoas perguntarem em que momento da vida surgiu a decisão de se tornar religioso ou padre. E eu costumo dizer que, na verdade, a descoberta da própria vocação é um processo - embora a nossa vida seja feita de alguns momentos bastante marcantes, que acabam por influenciar as nossas decisões.
Minha vida na igreja começou bastante cedo. Aprendi em casa, com minha família, que Deus tem o lugar mais importante em nossas vidas e que nunca deveria deixarmos de agradecê-los por tudo que ele faz em nosso favor. Com 13 anos, comecei a participar da minha comunidade, no grupo de jovens que também animava as missas de sábado a tarde.
Estar em comunidade, a serviço da Igreja, é algo que sempre me preencheu e me fez feliz. Com o passar do tempo, fui assumindo outros trabalhos como a coordenação da pastoral litúrgica e a coordenação de um grupo de adolescentes que, além de cantar na missa, também tinha aulas de violão e o seu time de futebol.
Paralelamente a tudo isso, minha vida pessoal e profissional também se desenvolvia. Após terminar o Ensino Fundamental (antigo 1º Grau), fiz o Ensino Médio juntamente com o curso técnico de Processamento de Dados – área na qual trabalhei por cinco anos depois de formado. Cheguei a começar a faculdade de Ciências da Computação, mas tranquei a matrícula depois do primeiro semestre, por conta das inúmeras viagens que precisava fazer pela empresa na qual eu trabalhava. Em resumo, meu projeto era simples e muito parecido com o dos outros jovens da minha idade: queria me desenvolver profissionalmente e ter a minha família.
Tudo mudou depois de uma conversa muito informal com um padre amigo, depois de uma missa. Ao partilhar sobre como participar da comunidade me fazia bem e sobre como eu poderia fazer mais, se não fosse a correria do dia-a-dia, este padre me provocou: “Quem sabe você não é chamado para dedicar todo o tempo da sua vida para o trabalho na igreja?”
Este questionamento mexeu muito comigo e resolvi ir atrás desta resposta... senti que essa pergunta vinha do próprio Deus, que poderia estar me chamando para outra missão – a qual nunca havia imaginado que poderia ser escolhido. E, de fato, foi assim: comecei primeiro os encontros vocacionais em minha diocese e depois, com os salesianos, descobri no projeto de vida de Dom Bosco aquilo que o Senhor pedia que eu fizesse.
Mudei os meus planos, fiz uma reviravolta na minha vida e disse sim a Deus: parti para Pindamonhangaba, em 2002, para fazer uma experiência vocacional que iria decidir a minha vida. Decidi ficar com Dom Bosco e continuar com a sua missão.
Pe. Glauco T. Landim
Hoje, como salesiano padre, sou muito feliz e grato pela vocação que recebi de Deus. As dificuldades existem e os desafios são muitos. Mas a alegria de estar a serviço do próximo e a certeza de estar no lugar que Deus lhe chamou compensa tudo.
Rezo para que você também possa fazer essa experiência de não ter medo em ouvir o que Deus pede para a sua vida. Em alguns casos, como o meu, pode ser que Ele peça algo muito diferente daquilo que você havia pensado para o seu futuro. Mas só quem faz a experiência entende como somos muito mais felizes e realizados quando os sonhos de Deus se tornam os nossos sonhos – quando estamos exatamente no lugar onde deveríamos estar.
Para terminar minha partilha, mostro para você no vídeo abaixo, alguns momentos importantes da minha vida e da minha caminhada de formação com os salesianos, até o dia de minha ordenação sacerdotal.
Deus lhe abençoe em seu caminho, lindo e exigente, de discernimento e de resposta vocacional.

Pe. Glauco Félix Teixeira Landim, SDB


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...